- Notícias -

Screen Shot 2016-05-30 at 22.30.02
Notícias

Momentos de Glória ontem na Monumental de Almeirim

Imprensa

"...Com os Telles, a música foi diferente… João Ribeiro Telles, que nunca foi anunciado como Júnior, uma vez que seu Pai já está retirado e não há motivos para confusão, aparece agora nos cartazes proclamado como tal - e espero que por pouco tempo. Que seja João Ribeiro Telles sem Júnior, que não faz falta esse diminuitivo e de júnior já ele não tem nada, há muito que passou a sénior e é, de facto, um dos melhores que por cá toureiam. Assim se viu ontem em Almeirim. Um pormenor que foi também um gesto: apresentou-se em praça ostentando o luto pela morte de D. Vicente da Câmara, ocorrida na véspera, em sinal de respeito e homenagem ao expoente máximo do Fado.

Frente a Graves de verdade, toiros sérios dos que nada perdoam e não permitem um descuido, toiros daqueles que dão à Festa toda a emoção que se andava a perder e lhe devolvem o risco e o perigo de antigamente, o difícil, que era a antiga essência deste espectáculo, desta arte, superou João Telles todas as barreiras, ultrapassou todas as dificuldades, destacou-se "à grande" e em grande, sagrando-se grande e pleno triunfador da tarde em Almeirim.

Lembro-me de todos, porque todos foram grandes e bons, mas não vou esquecer aquele último ferro curto na sua primeira lide, com o toiro fechado em tábuas, João a provocá-lo, a entrar pelos seus terrenos dentro sem bater à porta nem pedir licença e a cravar depois um ferro "do outro mundo", daqueles que páram corações, nos travam a respiração e fazem as pessoas levantar-se da bancada. Um espanto.

A segunda lide de João Ribeiro Telles voltou a ser um portento de arte, de valor, de espectacularidade. Outra vez ferros ousados, em terrenos de compromisso, sortes superiormente rematadas e, no fim, como adorno, um "violino" que confirmou e fechou toda uma actuação que comprova o momento alto que o toureiro atravessa, a moral com que está, o bom nível dos seus cavalos, tudo na perfeição. Grande João!..."