João Telles, chuva e o triunfo de S. Pedro…

João Telles procurou agarrar a assistência e o triunfo, logo de início. O exemplar com o ferro de seu avô (DRT, nº30, 458Kg) entregou-se à luta carregando e rematando as sortes com codícia. Metia, por vezes, a cara alta mas sem complicar. Lide em crescendo a tirar partido do touro e a fazer eco nas bancadas. Cravagens correctas a consentir as investidas e bregas justíssimas, a trazer o toiro na garupa, permitiram uma saída em plano triunfal. Diante do RB (nº22, 446Kg) afirmou-se em pleno como triunfador da Corrida. Um bom toiro a dar muito boa réplica e sempre ligado à montada, com ímpeto. A chuva caía sobre a arena, mas o Cavaleiro fez com que isso fosse esquecido por momentos. Após um primeiro curto de fazer parar corações, continuou transmitindo emoção. Lide e ferragem variada, finalizada com violino e palmitos. Pecou por prolongar a lide em demasia.