Telles mostrou vontade de triunfar

O “Ginja”, como é conhecido João Ribeiro Telles, frente ao primeiro do seu lote e terceiro da tarde, não teve a sorte desejada, e precisou de suar para tirar partido do toiro. Perante o hastado de Rego Botelho, número 96, deu início à sua tour 2018 por praças açorianas, uma vez que as próximas actuações serão na Feira Taurina da Ilha Graciosa. Saiu-lhe um toiro desinteressado, que virava a cara à luta e que mostrou desde cedo crença nas tábuas, teve que cravar a sesgo, numa lide esforçada que terminou com dois ferros de palmo.

Enquanto a noite chegava, saía à arena o sexto da ordem, o toiro com o número 64 da ganadaria Passanha, a ser lidado por João Telles. De cara levantada e a fazer alguns feios, antevia-se novamente tarefa difícil para o cavaleiro da Torrinha. De estilo irreverente, Telles mostrou vontade de triunfar e nos curtos cravou no alto e nos terrenos do oponente. Trocou de montada e levou o público ao rubro com adornos, ferros de palmo e um violino que roubou palmas aos aficionados. Houve mais cavaleiro do que toiro, que mesmo assim foi de menos a mais.